quinta-feira, março 23, 2006

Aveiro, Cheias de 1938 [1]









7 comentários:

Roteia disse...

João: Acabo de descobrir na net que o autor destas fotografias é Raul Marques de Almeida.
Na primeira fotografia da série, que me parece a mais interessante, é o próprio fotógrafo em silhueta que aparece ao centro, em primeiro plano.

Roteia disse...

Em Google procurei Aveiro - Arquivo Fotográfico e descobri entrada directa através de
www.prof2000.pt/users/secjeste/Arkidigi/Aveiro02.htm

Viva o Google, símbolo benéfico da globalização.
Saudações fotográficas.

João Dias disse...

Obrigado, Roteia, sinceramente nem me ocorreu que isto estivesse disponível na internet.
Também concordo que o Google (enquanto motor de busca) é uma das boas faces da globalização, é pena que ela também tenha outras.

João Dias disse...

No site que a que te referes aparece inclusive uma foto que eu não tenho...
Esta foto

João Dias disse...

Mais uma curiosidade, as fotos são disponibilizadas pela secundária José Estêvão, a qual eu frequentei no secundário e nunca soube da existência de tais fotos...

Roteia disse...

Ó joão, sabe que fiquei tão contente com esta descoberta... Achei que era uma prenda para a sua sã "coexistência", que como sabe, sigo atentamente.

Quanto às fotografias a partir de um site da E.Sec.José Estêvão, tanto quanto percebi, o que um grupo de professores dessa escola pretenderam fazer, com música e tudo, foi criar um arquivo digital a partir de espólios diversos, não necessáriamente pertencentes à instituição.
No entanto, a coincidência tem graça.

Passo seguinte: saber quem foi o senhor repórter Raul Marques de Almeida, decerto um amador, nascido e falecido em...
(No antigo Egipto acreditava-se que soletrar o nome de um morto era trazê-lo à vida outra vez)

João Dias disse...

Já agora fica aqui um promessa vou tirar uma ou mais fotos de alguns sítios nos dias de hoje...