terça-feira, outubro 19, 2010

"Génial!!!"

Das muitas imagens que circulam sobre as manifs em França, esta desconcerta pelo bom humor do portador do cartaz.



A foto foi tirada na Boulevard Voltaire, em Paris, e no cartaz pode ler-se:
"Reforma aos 67? Por que não 69 enquanto se faz amor!!"

quarta-feira, setembro 22, 2010

Constança Cunha e Sá entrevista Francisco Louçã


Quem perdeu na TVI24, pode aproveitar para ver no site da estação.

CLICAR NA IMAGEM PARA ABRIR O VÍDEO

sexta-feira, setembro 03, 2010

Ciganices

A crise económica que o mundo vive é complexa, e não é fácil apontar com exatidão o momento em que terá principiado, mas o governo francês já identificou os seus responsáveis: são os ciganos. A descoberta não terá apanhado ninguém de surpresa. A bem dizer, todos sabíamos do papel que os ciganos desempenharam no descalabro financeiro norte-americano e, subsequentemente, mundial. O conselho de administração do banco de investimento Lehman Brothers era integralmente constituído por ciganos. Uma das razões da falência do banco foi, aliás, o facto de os seus administradores só pegarem ao serviço à tarde. De manhã estavam na feira, a vender T-shirts de contrafação. Bernard Madoff, cuja tez morena é bem reveladora de ascendência cigana, confessou ter planeado o seu esquema fraudulento ao som dos Gipsy Kings. E subprime é um termo do dialeto cigano que significa "ai, Lelo, vamos conceder empréstimos imobiliários de alto risco até provocar a insolvência de três ou quatro grandes instituições financeiras".

Ninguém sabe bem a razão pela qual os gregos elegeram um governo de ciganos, mas o facto é que eles estão lá, a fazer crescer a dívida externa e a arrastar a Europa para a falência. E Sócrates, não sendo cigano, é, no entender de muitos, um ciganão. Creio que é óbvio para toda a gente que a crise económica é mundial precisamente porque os ciganos, sendo nómadas, conseguiram levá-la a todo o lado.

É mais do que natural e justo que o governo francês tenha perdido a paciência com os prejuízos que esta etnia tradicionalmente ligada à alta finança tem provocado e, por isso, como costuma suceder em França com os estrangeiros que não têm categoria suficiente para representar a seleção francesa de futebol, os ciganos foram recambiados para o seu país de origem. País esse que, neste caso, é a Roménia - que faz parte da União Europeia. É azar: os ciganos, que são um povo sem fronteiras, têm algumas dificuldades para circular na Europa sem fronteiras. Ainda assim, um povo tão habituado a ler a sina deveria ter adivinhado que isto da livre circulação de pessoas iria ser prejudicial para quem é nómada. Era mais que óbvio.

Não ignoro que a medida de Sarkozy tem sido criticada, mas apenas pelos radicais de esquerda do costume. Como o Papa. A verdade é que os ciganos só trazem problemas. Recordo que o cigano mais famoso de sempre era estrela de cinema. Chamava-se Charlie Chaplin. Se bem me lembro, era raro o filme em que ele não arranjava problemas com a polícia. Aquilo está-lhes no sangue.

sábado, junho 26, 2010

I'd rather be skimming

Abrir o vídeo com 2 cliques para ver imagem completa

sexta-feira, maio 21, 2010

Introdução ao Estudo (sério) do R.S.I.

Pondo de lado todos os pré-conceitos que possam existir acerca dos beneficiários do Rendimento Social de Inserção (incluindo os que se concebem a partir da observação da realidade - toda a gente diz que conhece fulano e sicrano que abusam das prestações sociais), o que resta é isto: a clareza e frieza dos números e dos factos.
E quando estes números e factos são apresentados "sem espinhas", só com o filet mignon, isso leva-nos a recolocar a discussão num patamar que quase nunca é atingido.
"Let's look at the trailer"





Ora vamos aos números e factos sobre os beneficiários do RSI:
- TODOS têm o sigilo bancário levantado;
- a maioria são crianças, idosos e mulheres que trabalham e ainda assim vivem abaixo do limiar da pobreza;
- 30% tem rendimentos para além do R.S.I. (provenientes de pensões e de trabalho assalariado);
- são acompanhados por técnicos dentro da sua própria casa;
- se não cumprirem o plano de reinserção estabelecido pelos técnicos, arriscam-se a perder as prestações;
- apenas 3% tiveram cessação das prestações por falsas declarações;
- em 57% dos casos de cessação da prestação, o motivo é a alteração de rendimentos;
- em apenas um semestre 70 mil perderam direito à prestação por alteração de rendimentos;
- a prestação média por pessoa é de 89€ (uma fortuna quase tão grande como a do Mexia);
- a prestação média por agregado familiar é de 242€ (outra fortuna comparável à do Américo Amorim);
- o máximo pago por pessoa é de 180€ (mais uma fortuna tão grande como a do Belmiro).

Chegam estes?

quinta-feira, maio 20, 2010

quarta-feira, maio 05, 2010

Ricardo Rodrigues, o "Mãos Leves"



A fazer fé nas palavras do próprio, este deve ter sido mais um dos "sês azares"!
Alguém devia fazer um "career orientation test" ao homem.
Está na hora de mudar de ramo!