sexta-feira, maio 05, 2006

Dedicado a si, caríssimo João

Visto que ficaste um bocado tristinho de não te ter dedicado em exclusivo um poema, venho por este meio redimir-me e dedicar-te um poema de Alexandre O'Neill, incluido no recém-editado volume que reúne alguns poemas dispersos do poeta, escritos durante a década de 70.

Portanto, dedico-te este poema, João Dias, com o carinho e estima que mereces (sua estrelita encarnada!), apesar de me teres feito saber que não jogas "na equipa adversária"...

ESQUERDIREITA

À esquerda da minoria da direita a maioria
do centro espia a minoria
da maioria de esquerda
pronta a somar-se a ela
para a minimizar
numa centrista maioria
mas a esquerda esquerda não deixa.
Está à espreita
de uma direita, a extrema,
que objectivamente é aliadada
da extrema-esquerda.

Entretanto
extra-parlamentar (quase)
o Poder Popular
vai-se reactivar, se…

Das cúpulas (pfff!) nem vale a pena
falar, que hão-de
pular!

Quanto à maioria da esquerda
ficará – se ficar – para outro poema.

Alexandre O'Neill

6 comentários:

João Dias disse...

Desculpa lá ter te estragado o momento, prometo que não volto a fazer...eheheheh

Olha já agora fica aqui o registo filtrado e não textual de um diálogo que ouvi num espaço público:
- Então pá e o "coiso" como anda?
- Está fixe, sempre pronto para borga mas pouco apto para partilhar e viver a dois.
- Mas espera, ele joga pela equipa adversária?
- Não, está numa de árbitro.

Pedro Corga disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Pedro Corga disse...

"Estragaste a máquina,páááá!!"

'Tás mais contentinho agora? :P
Mas agora diz-me lá que o poema n te assenta bem? :P

E... jogas a árbitro, agora? Isso é perigoso, podes não aguentar a pressão e tens "críticas de todos os lados" hahaha :P

João Dias disse...

Eu ouvi o diálogo, não participei nem fazia parte de...
Mas tendo em conta que foi num balneário e que estavam a disfarçar o "palavrão" panasca, homossexual...deu-me uma vontade imensa de rir, no entanto limitei-me a sorrir.

João Dias disse...

Não assenta, tanto que o reformulei...eheheheh

Pedro Morgado disse...

Bem este comentário não tem nada a ver com a conversa esquizofrénica que por aqui anda, mas é o último post do Pedro.
Era só para dizer que gostei muito da tua cidade.
Aparece no Enterro da Gata!

Abraço