quinta-feira, abril 03, 2008

O direito único de gerar dinheiro do nada

1 comentário:

Joana disse...

Ah caraças!!! O que eu não gostava de criar dinheiro a partir do nada!
Era do camandro!
E já agora teletransportar-me se não fosse pedir de mais. Poupava nos transportes.
Lá estou eu a pensar "à pobre"... se criasse dinheiro precisava de poupar para quê?!
Era pelo princípio!