quinta-feira, abril 24, 2008

O contorcionista

"O ex-ministro chamou ainda a atenção do Governo para o facto de esta penalização vir, provavelmente, a ser paga pelos trabalhadores.

"São os trabalhadores que vão ser vítimas desta medidas porque vão receber menos três por cento, porque têm que aceitar isso porque há desemprego", salientou."


Bagão Félix sobre aumento nas taxas sociais.

A forma que Bagão encontrou para contestar o aumento das taxas proposto pelo governo, foi a de salientar a (real) irresponsabilidade das empresas que ele pretende salvaguardar deste aumento. Só mesmo quem não tem espinha é que consegue fazer isto...

2 comentários:

Tárique disse...

Ah saudosos tempos em que era ministro, e víamos a qualidade de vida a aumentar de dia para dia ...

já reparaste que o mesmo argumento pode ser utilizado para toda e qualquer medidade de protecção social?

protecção social + empresas manhosas -> desemprego + desfalque aos trabalhadores

Até o direito à micção pode ser usado contra os trabalhadores ...

João Dias disse...

Pois pode, e pior, é usada constantemente, consigo enumerar imensas ocasiões onde este tipo de raciocínio é usado para defender medidas sociais injustas ou para travar alguma que possa ser mais justa.

A conclusão é sempre a mesma, nunca são propostas medidas para combater essa desonestidade, pelo contrário premeia-se a mesma não a "hostilizando".