quinta-feira, dezembro 04, 2008

Sugestão

No final do dia da maior greve de sempre dos professores (com 132 mil dos 140 mil professores a aderir ao protesto), deixo aqui uma sugestão para a equipa do ME e para a governação Sócrates.
Antes de explicar em que consiste essa sugestão, convém fazer uma pequena contextualização: sendo eu formador em vários cursos de novas oportunidades e sendo o PRA (Portfólio Reflexivo de Aprendizagem) um dos instrumentos centrais de todo o processo de RVCC dos formandos, sugiro que o ME e o governo Sócrates se sentem à mesa com um papel e uma caneta à frente e elaborem uma reflexão individual acerca desta greve.
Tenham ou não gostado, concordem ou não com as reivindicações dos professores, aldrabem ou não nos números, penso que seria positivo tentarem pôr-se no lugar dos outros. Dar-lhes-á uma melhor perspectiva sobre a sua actuação ao longo dos últimos três anos.
Pelo menos, se os formandos o conseguem fazer (sem nenhum desprimor para os mesmos), tenho a certeza que a equipa do ME e o governo Sócrates também o conseguirão! Se não forem capazes, terão sempre o apoio dos professores/formadores para os ajudar a construir um produto que tanto apregoam!

2 comentários:

Milú Calisto disse...

Boa varada, amigo!
Será que o conseguem??!!hummm! tenho as minhas dúvidas... com um empurraozinho, talvez! Uma reflexão deve ser sentida e a grande questão do insucesso deste Socratismo é que se diz muito à toa, reflecte-se pouco porque não se sente, e nada se faz para minorar as crises que definham o povo, porque o mal é dele e não "deles".

Rui Maio disse...

Obrigado! Estamos cá para a servir! E aos outros visitantes também! :p

Agora, se o governo não fizer essa reflexão, seja por falta de vontade, por falta de consciência ou por que se está a borrifar para as pessoas, daqui a menos de um ano será a nossa (das pessoas) vez de os "avaliar", e aí a conversa muda de tom!