quinta-feira, agosto 17, 2006

Regresso

A equipa do Coexistência ficou desfalcada, o Pedro e a Joana desistiram...sim eu sei eles são uns fracos, mas na natureza é mesmo assim os fracos ficam para trás...eheheh
De resto verifico que a minha presença em terras lusas em nada é prejudicial ao destino deste mesmo país, visto que estive ausente e as coisas continuam tão "boas" quanto estavam, ou seja continua o pasquim de sempre.
Sócrates não acha necessário justificar os putativos (putativos mas que toda gente sabe que existem) voos ilegais ao Parlamento Europeu, parece que apenas visa responder à Assembleia da República, agora só falta saber como vai reagir quando questionado na AR. É claro que não deve fazer intenção de clarificar nada, caso contrário Sócrates além de neoliberal seria muito burro (sim, eu sei, são coisas parecidas mas não são iguais), porque se se recusa a clarificar ao PE e o fará na AR está a ser burro porque está a criar anticorpos sendo que depois o PE obviamente saberá essas informações através da AR, portanto este governo não deverá fazer intenção de clarificar nada, nem na AR como aliás já se esquivou anteriormente.

Aconselho dogmáticos mais susceptíveis/sensíveis a não ler esta notícia.

Portugal continua com liberais de "trazer por casa"

Como se vê os empregadores priveligiam a formação académica.

9 comentários:

Pedro Corga, o Fraco disse...

Obrigado pelo elogio, João... sempre tiveste um jeito "especial" de ser simpático :oP

But deep down, I know you love me (apesar de não jogares pela equipa adversária, eu sei...)

Golfinho disse...

Protesto! Difamação - vocês chamaram-me de "liberais de "trazer por casa"

Max @ Devaneios Desintéricos disse...

Até que enfim, de volta :))

Caracol Amarelo disse...

eu também hei-de ser "privilegiada"... mas pronto, ainda tenho 3 anos de "maus tratos"...



(bom regresso! desfalcado, mas ainda cá :])


Nairobi

João Dias disse...

Pedrito:
O meu caro aproveitou a ausência dos restantes membros para se escapulir com a elegância que lhe reconheço, mas Darwin disse-o, e o meu caro apenas jogou com as regras da natureza.

Golfinho:
Se acusaste o toque é porque és mesmo, quer dizer não conseguem vingar num mercado livre e vão logo a correr para o sistema regulado, tsh tsh...é o que eu digo não, já não liberais como antigamente. Se calhar é isso que caracteriza o neoliberalismo, é querer as vantagens do liberalismo sem nunca sentir as dificuldades, e o "jogo" do liberalismo não se "joga" assim.

Max:
Sabes que pessoas, como eu, que não nasceram com o cu para lua, ou seja, que não estão constantemente a viajar e quando chegam a Portugal ainda ficam no Algarve tem de viajar para fazer féris. É que a água aqui de Aveiro (Barra) é gelada e ainda levas com vento na tromba.

Nairobi:
Anda por aí por muito priveligiado, e acredito que o desemprego com o canudo na mão é sempre melhor porque, ao menos, podemos dizer que somos desempregados de luxo, apesar de ganharmos tanto como qualquer outro desempregado.
Espero que tal privilégio não venha a sair na rifa, mas pela postura calculo que faltem 3 anos de "maus tratos" numa área ligada à educação?
Acho que os níveis de desemprego nos licenciados diz muito de Portugal, mas também com tanto empenho deste governo em investimentos que apenas visam trabalho precário, o desemprego parece cada vez mais uma coisa vulgar...

max disse...

Pffff...olha para ele, a boca era para mim?? :))) Pah!!...onde é que foste?? Vá conta lá-aqui-ao-gajo-que-nasceu-com-o-cú-para-a-lua-e-passa-a-vida-a-viajar-voltando-ao-algarve-de-águas-quentes... :)))

Pedro, o Fraco disse...

Desculpa, mas mantenho o que disse... só o fiz porque o meu contributo ia de "escasso" a "nulo" e achei que em pouco ou nada podia contribuir para o blog... e terás que concordar comigo!

...e não me chames caro, que por acaso consegui baixar o meu preço em época de saldos... tanto que agora até DOU dinheiro em troca... mesmo assim, continuo como me vês... :P

Caracol Amarelo disse...

Ciências sociais, João. Quase me atrevo a dizer que é pior que a área educativa (nesta “aconselho” a procurar noutros países da UE; na Suécia, por exemplo, sei que há escassez de professores).
De facto é muito bonito quando se ouve dizer que o desemprego diminuiu nestes últimos meses. Só é pena não se lembrarem que falamos de trabalho precário, "trabalho de férias", a €2,50 à hora. Isto se tiver sorte.... Enfim, é aproveitar o que resta de férias :)

Golfinho disse...

joão, tu às vezes és mesmo casmurro: era ironia e um bem-vindo!